22/08/2017 19h17 - Atualizado em 22/08/2017 19h30

Sigefes é finalista do Prêmio Excelência em Competitividade - Boas Práticas

Parte da equipe de servidores da Sefaz e da SEP: trabalho de excelência.

O projeto de implantação do Sistema Integrado de Gestão das Finanças Públicas do Espírito Santo (Sigefes) está entre os finalistas do Prêmio Excelência em Competitividade - Destaque Boas Práticas, promovido pelo Centro de Liderança Pública (CLP). O prêmio visa a conhecer e reconhecer os Estados que têm desenvolvido políticas de impacto em competitividade, dentro dos dez temas que compõem os pilares do Ranking de Competitividade dos Estados.

Concorrendo com mais de 100 projetos, o Sigefes passou por duas seleções e está entre os seis finalistas, disputando com projetos de Rondônia, Paraná, Pernambuco e Rio Grande do Norte. Três boas práticas serão as grandes vencedoras. Além disso, também poderão ser divulgadas na página do prêmio, como um exemplo de política de impacto que pode e deve ser replicada. A premiação acontece no dia 20 de setembro, em São Paulo.

O consultor do Tesouro Estadual e subgerente de Gestão do Sistema de Finanças Públicas da Secretaria da Fazenda (Sefaz), Gilmar Hartwig, comemora a classificação do projeto entre os finalistas. "Demonstra quanto o Sigefes foi importante para a modernização da gestão das finanças públicas do Governo do Estado, pois atende de forma integrada às necessidades das áreas de planejamento, orçamento, finanças e contabilidade, permitindo alto grau de automatização de rotinas, interface intuitiva e amigável para os usuários, além de facilidade na geração de relatórios gerenciais", argumenta  ele.

Gilmar Hartwig também ressalta a importância para a equipe envolvida no projeto. "É o reconhecimento do árduo trabalho de implantação do sistema, realizado, principalmente, por servidores do Tesouro Estadual da Secretaria da Fazenda e da Secretaria de Planejamento”.

 O subsecretário de Orçamento da Secretaria de Estado de Economia e Planejamento (SEP), Marcio Bastos Medeiros,  explica que  o desenvolvimento do processo de gestão do orçamento e das finanças públicas exige permanente aperfeiçoamento técnico e a implantação de ferramentas tecnológicas compatíveis com o desafio.

“A implantação do Sigefes contou com a participação de vários servidores efetivos do Estado. Além de o Espírito Santo poder contar com um dos mais modernos sistemas de gestão do orçamento e finanças públicas, esse projeto proporcionou grande desenvolvimento dos profissionais envolvidos. Ter o Sigefes entre os finalistas  do Prêmio Excelência em Competitividade - Destaque Boas Práticas representa o reconhecimento de um trabalho coletivo e continuado desenvolvido no governo do Estado”, diz Medeiros.

Modernização

A implantação do Sigefes objetivou a modernização da gestão orçamentária, financeira e contábil do Governo do Estado, permitindo uma melhor integração entre essas áreas, uma vez que todos os atos e fatos passaram a ser registrados em uma única ferramenta tecnológica. Além disso, teve por objetivo possibilitar a adoção das novas normas de contabilidade aplicada ao setor público e do novo Plano de Contas Aplicado ao Setor Público (PCASP), exigido pela STN.

O projeto de implantação do sistema foi financiado com recursos do BID, no âmbito do Profaz, e tornou-se referência para diversos Estados. Equipes dos Estados de Alagoas, Maranhão, Piauí, Paraná, Rio de Janeiro e Tocantins já vieram ao Espírito Santo com o objetivo de compartilhar a experiência do projeto de implantação do Sigefes, que também possibilitou ao Governo do Estado realizar o diagnóstico preciso da situação das contas públicas estaduais, e colocar em prática o ajuste fiscal.

A execução do projeto ocorreu entre agosto de 2012 e junho de 2016 e contou com a participação direta de aproximadamente 20 profissionais lotados nas coordenações gerais de finanças e contabilidade, da Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz), e de orçamento, da Secretaria de Estado de Economia e Planejamento (SEP).

O projeto potencializou a capacidade de geração de informações e a transformação da dinâmica de trabalho dos servidores envolvidos com a alimentação dos dados orçamentárias, financeiros e contábeis no sistema, o que elevou significativamente a produtividade e fez os índices de erros e retrabalho reduzirem a patamares mínimos.

O Sigefes integrou numa única solução cinco sistemas utilizados pelos órgãos e entidades do Governo Estadual - SIAFEM, SIPLAN, SISPPA, EUREKA e SMARAPD - otimizando processos e proporcionando maior confiabilidade nas informações.

Informações à imprensa

Loureta Samora

Assessoria de Comunicação Secretaria de Estado da Fazenda

loureta.samora@sefaz.es.gov.br

(27) 3347-5128 / 99746-9479

Claudia Feliz

Assessoria de Comunicação da Secretaria de Estado de Economia e Planejamento

claudia.feliz@planejamento.es.gov.br

(27) 3636.4258 / 99507.4071

2015 / Desenvolvido pelo PRODEST utilizando o software livre Orchard